Gastronomia fit conquista maior público com praticidade e amplitude nutricional

In FITNESS

Opções que vão de marmitas fit a preparos prontos de café e sobremesa ganham clientela fiel, que cresceu de forma significativa durante a pandemia

 

A busca por alimentos funcionais tem crescido de maneira significativa no Brasil. Uma pesquisa da Euromonitor Internacional registrou vendas desse tipo de produto atingindo a marca de R$ 100 bilhões em 2020. Durante a pandemia, a preocupação com uma alimentação saudável e o consumo de suplementos que pudessem garantir resultados mesmo com a redução de exercícios (academias e parques passaram muitos meses fechados), essa alta é considerável e chamou atenção do mercado alimentício.

Tanto startups com produtos selecionados quanto grandes marcas têm apostado cada vez mais nessas opções. Não só itens sem glúten ou sem carne como também preparados enriquecidos como os suplementos ganham cada vez mais destaque. Entre 2015 e 2020, o país teve um aumento de 10% no consumo de suplementos alimentares (segundo a Associação Brasileira de Indústria de Alimentos para Fins Especiais). Além da saúde, o que atrai muito o público é a praticidade. Alimentos fit se aproximam cada vez mais do formato de serviço rápido, associado aos fast foods, mas de forma saudável.

 

As marmitas fit estão entre os destaques da loja Armazém Fit Store Batel, em Curitiba. Com o público retomando atividades e trabalhos presenciais, já não há tanto tempo livre para o preparo de refeições em casa, o que tem disparado a busca pelas pedidas prontas. “Com muitas opções variadas e saborosas, a procura pelas marmitinhas fitness é constante”, comenta a franqueada da sede Batel da rede Armazém Fit Store, Elisangela Maestrelli. Diferente do que o consumidor está acostumado a encontrar no ramo de comida congelada, as marmitas fit são preparadas com preocupação em manter a alimentação balanceada, saborosa e em porção adequada.

 

Manter a lista de produtos atualizados e oferecer variadas escolhas movimenta não só as vendas da loja como favorece as empresas parceiras. Na loja curitibana, estão disponíveis marmitas da LeFit, empresa da região metropolitana da capital paranaense. As embalagens indicam destaques saudáveis de cada congelado como baixo teor de sódio e ausência de conservantes, em opções de sabores variados como Risoto de frango, Escondidinho de carne e Carne desfiada com purê de aipim, e até pedidas sem carne como Yakisoba de legumes. O crescimento de pessoas que seguem dietas vegetarianas é outro fator que leva à criação desses pratos — a última pesquisa Ibope sobre o tema, de 2018, apontou que haviam 30 milhões de brasileiros nessa situação.

 

Outro destaque disponível é a pizza da Tia Iza Fit. A marca, criada em Minas Gerais, tem alcançado público nacional com pizzas low carb, sem glúten, sem lactose e ricas em proteínas e fonte de fibras. Dados específicos sobre quantidades de carboidratos, por exemplo, ficam em primeiro plano na embalagem, o que favorece o público que busca por um alimento fit a decidir pela compra.

 

O setor fit, que por muito tempo era considerado apenas específico para atletas de alta performance, vem conquistando um público maior, o que gera uma busca por novidades. Elisangela Maestrelli comenta: “As pessoas chegam no Armazém Fit Store Batel em busca por mais lançamentos de determinados produtos. Quando uma empresa de barrinhas proteicas lança uma novidade, por exemplo, em poucos dias os clientes já estão procurando e querendo provar”. Quando a empresa soteropolitana Caffeine Army lançou a versão 3.0 da bebida energética à base de café Super Coffee, por exemplo, a procura foi tão grande que quase acabou com o estoque em poucas semanas.

 

Além dos produtos para levar, a loja Batel do Armazém Fit Store é a primeira de Curitiba a ter um restaurante em anexo. O formato exclusivo tem um menu todo elaborado pensado em uma dieta balanceada, com todos os indicativos de nutrientes e informações nutricionais completas, como quantidade por porção de proteínas, gorduras, fibra alimentar, sódio e valor energético de pratos que vão das saladas aos sanduíches, passando por omeletes e tapiocas. “O público tem cada vez mais interesse nessas informações, não só em calorias, mas na quantidade de nutrientes que está ingerindo. Ainda mais para quem busca uma refeição rápida e não abre mão nem de sabor, nem de saúde, esse formato de cardápio tem se mostrado um grande diferencial”, opina Elisangela.

 

Bruno Camargo

You may also read!

Membros do Gympass no Brasil podem agora encontrar um Personal Trainer para chamar de seu

Com o app Trainiac by Gympass os clientes terão o apoio de profissionais qualificados para se manterem engajados nos

Read More...

Ex-affair de Eduardo Costa, Sheyla Mell disputa título de Bela da Copa: “quero a torcida dele”

A modelo e empresária Sheyla Mell coleciona títulos em concursos de beleza. E agora busca mais um, o de

Read More...

Ex-policial, Tati Weg chega ao top OnlyFans e assume conteúdo explícito: “quase uma atriz pornô”

Sem medo de rótulos, a modelo e criadora de conteúdo adulto Tati Weg, que já foi policial militar em

Read More...

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.

Mobile Sliding Menu