“Havia chegado no meu limite artístico”, diz Marco Pigossi na GQ de outubro

In FAMOSOS

Após cinco mocinhos consecutivos e uma média de uma novela por ano, o ator resolveu se arriscar em novos mercados e estará na série “Tidelands”, da Netflix

Outra sugestão: “Não estou buscando uma carreira internacional, mas novos desafios”, afirma Marco Pigossi na GQ de outubro

Marco Pigossi poderia ter se acomodado no papel de galã na televisão brasileira, como conta na capa da revista GQ de outubro. Mas sentiu que precisava se sentir motivado depois de interpretar cinco mocinhos seguidos na TV Globo, com uma média de uma novela por ano. Após um hiato na carreira e um personagem “machista e meio jeca” em “A Força do Querer”, que o fez questionar sua responsabilidade social e artística como ator, resolveu pôr fim ao seu contrato com a emissora carioca.

A notícia de que ele encerraria esse ciclo foi parar nos corredores da Netflix. Menos de uma semana depois, ele estava rumo à Austrália para rodar a série “Tidelands”, que estreia em dezembro em 170 países. “Senti que tinha chegado no meu limite artístico”, afirmou o ator à Globo depois de terminar as gravações de “Onde Nascem os Fortes”, série da faixa das 23 horas. “Não estou buscando uma carreira internacional, estou buscando novos desafios. Essa coisa do glamour fica atrás do personagem. O glamour para mim é a parte chata, é o ônus.”

A revista das Edições Globo Condé Nast destaca na capa: “depois de virar destaque na Netflix, o ator parte para desbravar Hollywood”. Além da série do serviço de streaming, como os períodos de gravação são mais curtos, o ator conseguiu se dedicar também ao cinema, com os filmes “A Última Chance” e o “Nome da Morte” – ainda sem data de lançamento. Ele também tem outro projeto em desenvolvimento com o animador brasileiro Carlos Saldanha

Com edição de fotografia de Dudi Machado e Rodrigo Peirão, quem assina o texto é Pedro Henrique França, enquanto os cliques – feitos na praia de Camburi, em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo – são de Henrique Gendre e styling de Daniel Ueda. A revista estará nas bancas do Brasil na próxima quinta-feira (04.10).

Outros assuntos

A revista de outubro elencou os 25 homens mais elegantes do Brasil. A ideia foi pontuar os homens mais bem-vestidos nas categorias casual, clássico e fashionista. O editorial foi feito em parceria com a Lacoste, que veste o PR Beto Pacheco em um dos cliques. Nomes como Jonathan Azevedo, Teodoro Cochrane, Fabrício Boliveira, Léo Picon, Cauã Reymond e Alexandre Birman aparecem nessa lista.

Entre outros assuntos, a publicação apresenta um ensaio exclusivo, de alta sartoria, da Dolce&Gabbana, feito na Itália com os irmãos-fotógrafos Luca e Alessandro Morelli, conhecidos como Morelli Brothers. A revista explica que trabalhar em uma startup pode ser uma furada. Há um texto que comenta sobre as novas regras da Fórmula 1, uma entrevista com Guto Requena, que fala de empatia por meio da arquitetura, um manual de como ser vegano sem ser chato (hábitos de lifestyle e alimentação livres de crueldade animal), além de uma seleção gastronômica, feita pela equipe do Prato Firmeza, o Guia Gastronômico das Quebradas, que selecionou 12 points em São Paulo que agradam os foodies mais exigentes.

FICHA TÉCNICA – CAPA

Texto: Pedro Henrique França

Fotos: Henrique Gendre

Edição de fotografia: Dudi Machado e Rodrigo Peirão

Styling: Daniel Ueda

Para mais informações, acesse http://gq.globo.com/

Tanto a nota como as fotos só podem ser utilizadas se creditadas à revista GQ. Crédito das fotos: Henrique Gendre.

Sobre a GQ

Lançada em 1957 nos Estados Unidos e presente em 18 países, a GQ se consolidou como o guia essencial de estilo, cultura e lifestyle do homem brasileiro sofisticado, oferecendo o melhor do universo masculino na revista mensal, tablet, site e aplicativos para smartphone. Desde seu lançamento no Brasil, em 2011, a GQ é a publicação masculina com o maior número de anunciantes de relógios no país, ganhando inclusive especiais com o tema na revista. O Prêmio GQ Men Of The Year, cerimônia de premiação das personalidades masculinas (e uma mulher) que mais se destacaram no ano, celebrou em 2017, sua sétima edição. GQ foi eleita por três vezes a melhor revista masculina do Brasil pelo Prêmio Veículos de Comunicação. A revista tem circulação de mais de 15 mil exemplares.

 

Index Assessoria

You may also read!

Cantora de “milhões”! Gloria Groove recebe disco de platina triplo por “Lady Leste”

Cantora atinge 1 bilhão de menções no TikTok e 1 bilhão de acessos no YouTube Gloria Groove, uma das artistas

Read More...

Mumuzinho alcança primeiro lugar nas rádios do Brasil

Faixa “Sem vestígio” de seu novo DVD é destaque pelo país Sucesso! Reconhecido pelo talento e alegria contagiante, Mumuzinho comemora

Read More...

Influencer pré-candidata a deputada, Juju Ferrari quer que SUS cubra cirurgia de aumento peniano: “o povo pede”

A influencer Juju Ferrari, conhecida como Musa do Botafogo e pré-candidata a deputada federal, respondeu uma série de perguntas

Read More...

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.

Mobile Sliding Menu